SP: Roubo frustrado termina em tiroteio e prisão de quadrilha no Obelisco

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2019 06h48 - Atualizado em 27/09/2019 10h08
Divulgação/Polícia Civil de SPNo veículo dos criminosos foram apreendidos objetos pessoais da vítima, uma pistola calibre e um revólver

A Polícia Civil prendeu três homens envolvidos em um ataque contra um gerente de uma joalheria em São Paulo. A ação ocorreu na região do Parque do Ibirapuera, na zona sul da capital paulista, mas tudo começou bem antes após uma falha no plano dos bandidos.

Os criminosos sequestraram o funcionário quando ele saia de casa e o vestiram com um colete e um celular nesta quinta-feira (26). Segundo o delegado Danilo Alexiades, os bandidos ameaçaram o gerente afirmando que no colete havia explosivos.

Após pegar as joias no Centro, o gerente deveria encontrar os criminosos num local previamente marcado. No entanto, houve um desencontro e o trio fugiu sem levar nada em um carro roubado.

Nesse momento, o gerente entrou em contato com a polícia, que ficou em alerta. O veículo utilizado pela quadrilha já era monitorado e foi localizado na região do Ibirapuera.

Durante a fuga, os bandidos colidiram contra alguns veículos, atropelaram um motoqueiro e dispararam contra os policiais, que revidaram. O grupo perdeu o controle e bateu contra a grade em frente ao Obelisco.

Um criminoso ficou ferido e os três suspeitos foram presos. Foi nesse momento, então, que os policiais descobriram o envolvimento do bando no roubo à joalheria. As joias estavam avaliadas em R$ 191 mil reais.

O delegado Danilo Alexiades afirma que, há uma semana, o gerente percebeu uma movimentação estranha na loja e tudo indica que os bandidos já sabiam o que procuravam. De acordo com a Polícia, além dos três homens presos nesta quinta-feira, mais três pessoas estariam envolvidas no caso.

Os criminosos responderão pelos crimes de tentativa de homicídio, extorsão, porte de armas de fogo, resistência e associação criminosa.

*Com informações da repórter Natacha Mazzaro