SP tem ‘Dia D’ de vacinação contra sarampo; médica alerta que vírus já circula na cidade

  • Por Jovem Pan
  • 29/06/2019 12h41
Valdecir Galor/SMCSPostam funcionam até às 17h em toda a capital

A prefeitura de São Paulo realiza neste sábado (2) o “Dia D” de vacinação contra o sarampo.

A doutora Maria Lígia Nerger, coordenadora do Programa Municipal de Imunizações da prefeitura de São Paulo, esteve no Jornal da Manhã para falar sobre a importância da prevenção da doença.

“Nós temos cerca de 640 postos de vacinação abertos para atender a população de 15 a 29 anos, que funcionarão das 8h às 17h.” A médica ressalta que a vacina é a única forma de se prevenir completamente da doença.

“A população de até 29 anos tem que ter no mínimo até duas doses da vacina tríplice viral, que além do sarampo também protege contra a rubéola e a caxumba”, explicou.

Segundo a médica, em 2018 houve uma grande circulação do vírus do sarampo no país, principalmente na região Norte, resultando em mais de 10 mil casos registrados.

O vírus já circula na cidade de São Paulo, alerta Maria Lígia. “Já temos 32 casos da doença confirmados na cidade e cerca de 43% deles são concentrados na faixa etária do público alvo da campanha de vacinação.”

Febre Amarela

Também acontece hoje o “Dia D” de vacinação contra a febre amarela em todo o estado de São Paulo. O objetivo é aumentar a cobertura vacinal da doença, que atualmente é de 71% no estado.

Quem ainda não recebeu a imunização deve se dirigir ao posto de saúde mais próximo portando a carteira de vacinação e um documento com foto.

A vacina não é indicada para grávidas, lactantes e imunodeprimidos. Portadores de HIV positivo, transplantados e pessoas com tratamento quimioterápico concluído devem consultar um médico antes de serem imunizados.

Nos últimos dois anos mais de 24  milhões de pessoas foram vacinadas no estado de São Paulo. Em 2019, 66 pessoas foram infectadas pela doença, entre elas 12 morreram.

Ambas campanhas de vacinação seguem até o dia 12 de julho no estado de São Paulo.

*Com informações da repórter Larissa Coelho