STF vai julgar prisão em segunda instância na quinta-feira

  • Por Jovem Pan
  • 14/10/2019 12h29
Dida Sampaio/Estadão ConteúdoJulgamento pode alterar prisão do ex-presidente Lula

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, marcou para a próxima quinta-feira (17) o julgamento sobre a validade de prisão após condenação em segunda instância . No total, três ações sobre o assunto serão debatidas: uma da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e outras duas dos partidos PCdoB e Patriota.

As ações tem como objetivo derrubar as decisões do STF, que permitem a prisão após a condenação em segunda instância. Entre os argumentos utilizados, está o de que o Código de Processo Penal  só permite a execução de prisões após o fim do julgamento, quando recursos não são mais aplicáveis.

O desfecho do julgamento pode alterar a prisão do o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), detido em Curitiba desde abril de 2018 pelo caso do triplex do Guaruá. Caso o Supremo revogue a decisão que permite o cumprimento antecipado da pena, o petista poderá ser solto.