Suspeito de envolvimento na morte de líderes de facções criminosas é preso no litoral paulista

  • Por Jovem Pan
  • 17/01/2019 07h41
Divulgação/Polícia FederalO suspeito estava foragido e foi localizado em uma casa de praia em Itanhaém, no litoral de São Paulo

A Polícia Federal prendeu em São Paulo, nesta quarta-feira (16), Jefte dos Santos, acusado de envolvimento no assassinato de Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca, em fevereiro do ano passado.

Eles eram considerados os chefes de uma facção criminosa que comanda o crime organizado dentro e fora dos presídios.

O suspeito estava foragido e foi localizado em uma casa de praia em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Junto com ele foram apreendidos apenas telefones celulares.

A delegada Vanessa Gonçalves Leite, superintendente da Polícia Federal no Ceará, explicou qual teria sido a atuação de Jefte dos Santos nos assassinatos: “ele foi denunciado por integrar organização criminosa e a participação dele no evento é que ele atuou em preparativos logísticos para a recepção dos demias integrantes que se deslocariam ao Ceará para concretizar o homicídio”.

A delegada Vanessa Gonçalves Leite descartou qualquer relação entre o caso e os ataques ocorridos nas últimas semanas em cidades do Ceará.

Jefte dos Santos deve ser transferido em breve para o Ceará, onde estão concentradas as investigações.

Gegê do Mangue e Paca foram assassinados em 15 de fevereiro de 2018, e os corpos foram encontrados no dia seguinte na mata de uma reserva indígena a 30 quilômetros de Fortaleza.

*Informações do repórter Matheus Meirelles