Suspeito de esfaquear cães em São Paulo se entrega à Polícia e pode ser indiciado

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2018 07h02
Instituto Luisa MellA ativista Luisa Mell resgatou os cachorros, que estão no Instituto dela e não correm risco de morrer

Os cachorros que aparecem machucados em um vídeo que circulou na internet estão recebendo cuidados de uma ONG protetora dos animais.

As imagens chocantes mostram um homem esfaqueando um cachorro de rua. O caso aconteceu no começo do mês, em uma rua da Capela do Socorro, bairro da zona Sul de São Paulo, mas as imagens viralizaram nesta última semana.

Um dos animais é atraído por um prato de comida. Quando chega próximo ao alimento, acaba recebendo uma facada nas costas por Deiverson Pereira Mendes. O homem, de 32 anos, confessou o crime. Ele se apresentou à polícia após ter sido denunciado por testemunhas.

Mendes alegou que estava bêbado e não teve a intenção de ferir os animais, que comiam a carne do seu churrasco.

A Secretaria de Segurança Pública informou que ele está sendo investigado por suspeita de “ato de abuso a animais”. O caso foi registrado na Divisão de Investigação Sobre Infrações de Maus Tratos a Animais, do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania.

Após concluir a investigação, a polícia poderá indiciá-lo pelo crime. Ele foi ouvido na delegacia e na sequência liberado. A ativista Luisa Mell resgatou os cachorros, que estão no Instituto dela e não correm risco de morrer.

*Informações da repórter Marcella Lourenzetto