Suspeito de participar de assassinato de estudante no centro é preso na Grande SP

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2018 06h09 - Atualizado em 22/08/2018 07h49
Reprodução/Câmeras de SegurançaO criminoso se afasta, atira e sai correndo com o comparsa.
 Maciel e o namorado também correm (acima)

A Polícia prendeu nesta terça-feira (21) um dos suspeitos de participar do assassinato do estudante de Direito Maciel Teodoro Junior, de 28 anos, no bairro da Bela Vista, centro de São Paulo.

Detido pela equipe de investigadores do 4º Distrito Policial, da Consolação, Renato Nunes, de 35 anos, foi reconhecido por uma testemunha como autor do disparo que vitimou o jovem
.

Maciel foi morto na noite do dia 08 de julho, na esquina da Rua Frei Caneca com a Rua Barbosa Rodrigues.
 Ele havia acabado de jantar com o namorado, um administrador de empresas, de 41 anos, no Shopping Frei Caneca, de onde os dois saíram a pé.
 Em frente a um hotel, eles pararam para aguardar o carro solicitado a uma empresa de transporte por aplicativo, quando foram abordados.

A ação de dois bandidos foi gravada por uma câmera de segurança de um imóvel vizinho.
 Nas imagens, dá para ver quando um dos assaltantes se aproxima do estudante para pegar o celular.
 Em seguida, ele se afasta, atira e sai correndo com o comparsa.
 Maciel e o namorado também correm.

O jovem, que cursava o último ano de Direito no município de Assis, interior do Estado, foi levado para o pronto-socorro do Hospital das Clínicas, mas acabou morrendo.

Com base nas imagens, a Polícia passou a acompanhar o trajeto do carro usado pelos criminosos por meio de câmeras da CET e chegou ao proprietário do veículo, um GM Cruze, em Diadema, na Grande São Paulo.

O dono do veículo informou que quem utilizava o veículo era seu genro, Renato Nunes, que acabou preso e indiciado pelo latrocínio.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore