Suspeito morre em troca de tiros com o BOPE na Rocinha

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2017 06h55 - Atualizado em 19/10/2017 10h53
Divulgação/PMERJHouve troca de tiros, e o suposto bandido foi baleado. Ele foi socorrido ao Hospital Miguel Couto, no Leblon, mas não resistiu aos ferimentos

Pelo segundo dia consecutivo, uma morte foi registrada na Favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Homens do BOPE disseram que faziam uma operação na favela quando foram surpreendidos por homens armados. Houve troca de tiros, e o suposto bandido foi baleado. Ele foi socorrido ao Hospital Miguel Couto, no Leblon, mas não resistiu aos ferimentos.

Com o suspeito foram apreendidas uma pistola e uma granada.

Na véspera, uma situação semelhante ocorreu na parte alta da Rocinha quando bandidos e policiais trocaram tiros.

Um homem identificado como Carlos Eduardo neves foi baleado e não resistiu aos ferimentos.

Desde que a guerra começou na Rocinha, mais de 10 pessoas morreram, mais de 30 foram detidas, e diversos fuzis, armamentos, munições e mais de duas toneladas de drogas foram apreendidas.

Entretanto, até o momento, o protagonista da guerra, Rogério 157, não foi encontrado pela Polícia.

*Informações do repórter Rodrigo Viga