Tarcísio espera pedágio 20% mais barato na Dutra após nova concessão

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2020 07h57 - Atualizado em 14/02/2020 08h26
Agência BrasilSão previstos R$ 32 bilhões em investimentos, além da geração de 10 mil empregos e da arrecadação de R$ 3 bilhões em impostos

O ministro da Infraestrutura afirmou que o pedágio da rodovia Presidente Dutra, que liga o Rio de Janeiro a São Paulo, será pelo menos 20% mais barato depois da nova concessão. Tarcísio Gomes de Freitas deu a declaração nesta quinta-feira (13) a empresários e prefeitos na Fiesp.

Atualmente, o motorista que realiza o trajeto entre os dois estados paga R$ 60 e esse valor deve cair para, pelo menos, R$ 50.

O ministro explicou que a redução da tarifa será possível graças ao modelo de concessão. “A gente tem uma redução tarifária na largada de 20%. Esse é um valor de face, porque ainda vai ser submetido a um processo competitivo.”

O ministro Tarcísio Gomes de Freitas prometeu que a via Dutra será a mais moderna do país. Segundo ele, serão feitos investimentos em iluminação, segurança e saúde.

“Nós vamos ter uma rodovia que vai ser iluminada por led de cabo a rabo. Hoje nós temos acidentes por falta de iluminação, vários atropelamentos por falta de iluminação. Sem falar em monitoramento, porque a cada 500 metros uma câmera. O que a gente vai fazer? Combater o roubo de carga.”

O leilão deve acontecer no 2º semestre deste ano. São previstos R$ 32 bilhões em investimentos, além da geração de 10 mil empregos e da arrecadação de R$ 3 bilhões em impostos.

Essa será a primeira vez que a rodovia Presidente Dutra terá a concessão renovada. O contrato da CCR, que administra a via há quase 25 anos, termina em fevereiro de 2021.

*Com informações da repórter Nicole Fusco