TCE constata irregularidades no transporte escolar em SP

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2019 06h55 - Atualizado em 27/09/2019 10h08
JOHNNY MORAIS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOEm Cajamar, na Grande São Paulo, a fiscalização encontrou um ônibus lotado com 73 crianças, quando a capacidade máxima seria de 59

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo denunciou nesta quinta-feira (26) a situação precária do transporte escolar em todo o Estado. Foram identificados veículos com vidros quebrados, extintor de incêndio vencido, pneus carecas e sem cinto de segurança.

Em Cajamar, na Grande São Paulo, a fiscalização encontrou um ônibus lotado com 73 crianças, quando a capacidade máxima seria de 59. A vistora do TCE contou com a participação de 300 agentes e verificou a situação em 218 municípios.

Para o presidente do Tribunal de Contas, Antonio Roque Citadini, é essencial esse tipo de ação que ocorre in loco, realizando flagrantes.  “É um tipo de fiscalização mais moderno, porque em vez de fiscalizar o passado, nós fiscalizamos a execução hoje. O único intuito é que os erros que estejam acontecendo sejam corrigidos.”

Segundo o TCE, um relatório de atividades foi gerado junto com um diagnóstico para as redes de ensino.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Cajamar afirmou que irá apurar a denúncia e adotará medidas para solucionar o problema.

*Com informações da repórter Victoria Abel