Teich volta a defender ampliação de testes e reconhece importância da OMS

  • Por Jovem Pan
  • 20/04/2020 07h26 - Atualizado em 20/04/2020 08h14
EFE/ Joédson AlvesA reunião dos ministros também contou com a participação do diretor geral da OMS, Tedros Adhanom

O ministro da Saúde Nelson Teich cumpriu a primeira agenda oficial do cargo. Ele participou de uma reunião de ministros da Saúde dos países do G20, grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo, para debater os impactos do novo coronavírus.

Na videoconferência ele disse que não existe caminho fácil para que o mundo saia da crise provocada pelo covid-19 e que o sistemas de saúde nunca mais serão os mesmo depois dessa experiencia.

Em um vídeo publicado após o encontro, Teich destacou a necessidade da realização de testes. “Para que a gente consiga entender melhor a doença, entender como são e com essa informação se preparar melhor para enfrentar o problema e sair dele. É com isso que você desenha as ações que vão definir como vamos seguir e sair desse problema.”

A reunião dos ministros também contou com a participação do diretor geral da OMS, Tedros Adhanom. O ministro Nelson Teich reconheceu a importância da entidade.

O Brasil chegou a 2.462 mortes por coronavírus, com 38.654 casos confirmados da doença, de acordo com o Ministério da Saúde. De sábado para domingo foram 115 novos óbitos e pouco mais de 2 mil contaminações. A taxa de letalidade é de 6,4%.

O ministro Nelson Teich também anunciou a distribuição de 15 novos respiradores para o Ceará e o Amazonas e 10 para Pernambuco.

*Com informações do repórter Levy Guimarães