Temer mantém general Silva e Luna como ministro da Defesa

  • Por Jovem Pan
  • 14/06/2018 06h37
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilEssa é a primeira vez que um militar oficialmente comanda o ministério desde a criação da pasta em 1999

O presidente Michel Temer confirmou nesta quarta-feira (13) a permanência do ministro da Defesa, o General Silva e Luna, no cargo. Essa é a primeira vez que um militar oficialmente comanda o ministério desde a criação da pasta em 1999.

A indicação já gerou muita polêmica, inclusive por temor de insatisfação das outras Forças, uma vez que Silva e Luna é do Exército.

Diante das dificuldades em se encontrar um nome civil, o presidente decidiu manter general no cargo.

Foram efetivados também nos cargos os interinos da Controladoria Geral da União, Wagner Rosário e Edson Duarte no Ministério do Meio Ambiente.

Diante das turbulências política e econômicas que sacudiram o Governo nos últimos, o presidente, durante discurso a policiais federais, admitiu que quase sempre a rotina tem sido pesada: “a Presidência é mais ou menos como ser secretário da Segurança Pública”.

A última crise enfrentada no Palácio do Planalto foi por conta da greve dos caminhoneiros. Quando as reuniões foram intermináveis – muitas vezes, sem resultado positivo.

*Informações da repórter Luciana Verdolin