Temer se reúne com ministros para discutir reajustes no Bolsa Família

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2018 06h45
Jefferson Rudy/Agência SenadoA ideia do Governo é anunciar o aumento no dia 1º de Maio, Dia do Trabalho, quando tradicionalmente acontecem comemorações das centrais sindicais onde são comuns as críticas ao Governo

O presidente Michel Temer recebe no Palácio do Planalto os ministros do Planejamento, Esteves Colnago, e do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, para tentar definir o percentual de reajuste que será repassado aos benefícios do Bolsa Família.

A ideia do Governo é anunciar o aumento no dia 1º de Maio, Dia do Trabalho, quando tradicionalmente acontecem comemorações das centrais sindicais onde são comuns as críticas ao Governo.

O reajuste no Bolsa Família está sendo discutido desde novembro do ano passado sendo que a expectativa é de que seja repassada pouco mais que a inflação que fechou o ano passado em 2,95%.

A correção apenas da inflação significaria um gasto extra de algo em torno de R$ 1 bilhão.

Dentro do Governo há quem defenda reajuste de 5%, mas a área econômica já alertou que por conta das restrições orçamentárias não há como ser muito generoso.

A área social do Governo defende que parte do reajuste do gás de cozinha, cujo preço decolou no fim do ano passado, seja compensado. Mas a proposta foi vetada pela área econômica. No ano passado não houve reajuste nos benefícios. O último aumento foi em junho de 2016 quando foi repassado um aumento de 12,5% depois de dois anos sem aumento. Hoje o benefício médio gira em torno de R$ 182 por mês.

*Informações da repórter Luciana Verdolin