Temer transfere capital do País temporariamente para Itu nesta quarta (15)

  • Por Jovem Pan
  • 15/11/2017 09h52 - Atualizado em 15/11/2017 11h48
Antonio Cruz/ Agência Brasil Antonio Cruz/ Agência Brasil Esta será a segunda vez em que a capital do país é transferida simbolicamente pelo chefe do Executivo

O presidente Michel Temer vai transferir a capital do país temporariamente para Itu, no interior de São Paulo, nesta quarta-feira (15).

A medida faz parte das comemorações do feriado nacional da Proclamação da República. A visita tem um significado histórico.

A cidade paulista foi berço do movimento que deu fim à Monarquia e sediou a primeiro encontro republicano do país.

A reunião conhecida “Convenção de Itu” ocorreu em um casarão, que hoje abriga o Museu Republicano do município.

Michel Temer nasceu em Tietê, também no interior de São Paulo, mas tem forte ligação com Itu, onde viveu por quase 20 anos.

O presidente deu aulas e foi diretor da Faculdade de Direito da cidade, onde possui um auditório batizado com o nome dele.

Segundo o prefeito Guilherme Gazzola, o clima em Itu é o melhor possível: “isso para nós é um motivo de jubilo, de muito orgulho, não só pela transferência simbólica dos despachos presidenciais como em data tão importante para o País e para Itu”.

Gazzola lembrou que Temer vai acompanhar a entrega do título de cidadão ituano ao advogado José Bandeira de Mello – amigo do presidente.

Esta será a segunda vez em que a capital do país é transferida simbolicamente pelo chefe do Executivo. Em 1989, o então presidente interino Antônio Paes de Andrade levou a sede do governo a cidade natal dele – Mombaça, no interior do Ceará.

No local, ele inaugurou uma agência do Banco do Nordeste, que já funcionava havia um ano, e lançou uma placa de bronze com o próprio nome.

*Informações do repórter Vitor Brown