Tensão entre China e EUA não deve influenciar mercado brasileiro, avalia embaixador chinês

Yang Wanming participou, nesta terça-feira (07), de seminário promovido pela FGV

  • Por Jovem Pan
  • 08/05/2019 06h34
Marcelo Camargo/Agência BrasilO embaixador da China, Yang Wanming, durante o Fórum de Think Tanks China-Brasil, realizado em abril

A tensão comercial entre China e Estados Unidos não deve ter influência no mercado brasileiro. A avaliação foi feita pelo embaixador da China no Brasil, Yang Wanming. Ele participou, nesta terça-feira (07), de seminário promovido pela FGV para tentar aproximar as economias de Brasil e China.

Muitos especialistas temem uma espécie de enxurrada de produtos chineses no Brasil caso o presidente dos Estados Unidos decida aumentar a tarifa de produtos da China que entram em seu país.

No entanto, o embaixador acredita que os brasileiros não têm o que temer: “eu acredito que o volume comercial entre Choina e Brasil se aumentou muito nos últimos anos e mantém tendência positiva”.

Executivos das áreas de petróleo e energia da China participaram do evento desta terça-feira e mostraram apetite por investimentos no Brasil.

*Informações do repórter Rodrigo Viga