Todos os ônibus de São Paulo terão ar-condicionado até 2025, promete secretário

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2019 09h04
Fabio Arantes / SecomEm entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o secretário afirmou que a licitação dos ônibus na cidade busca dar mais conforto ao usuário

Alívio para os usuários de ônibus na cidade de São Paulo deve ser concretizado integralmente apenas em 2025. Apenas daqui seis anos todos os ônibus que circulam na cidade deverão operar com ar-condicionado, segundo o secretário municipal de Transportes, Edson Caram.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o secretário afirmou que a licitação dos ônibus na cidade busca dar mais conforto ao usuário. “A licitação está buscando o que a população necessita: ar-condicionado. Todos os ônibus terão [ar-condicionado] até 2025”, garantiu.

A demora, porém, está ligada à capacidade da indústria estar limitada em atender as necessidades da Prefeitura. “São aproximadamente 15 mil ônibus”, lembrou o secretário de Transportes.

Quanto a medidas a curto prazo, Edson Caram citou o acerto de corredores de ônibus e a sobreposição de linhas, de modo que o tempo de viagem do usuário diminua. Outras promessas foram o aumento de assentos dentro dos veículos, USB e rede wi-fi, além de tecnologia limpa nos motores. “Procuramos fazer o melhor para a população e para a cidade”.

Licitação de ônibus

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, abriu na manhã desta terça-feira (05) os envelopes com propostas das empresas interessadas na concessão das linhas de ônibus na capital paulista pelos próximos 20 anos.

O valor dos contratos, de R$ 71,4 bilhões, é a maior licitação de transporte público no país. A Prefeitura dividiu todas as linhas de ônibus da capital em 32 lotes, dependendo da região onde elas operam. 

O que chamou a atenção é que só um desses 32 lotes de concessão tem mais de uma empresa interessada. Ou seja, os outros 31 lotes não têm concorrência.

Sobre a questão da concorrência, Caram minimizou e ressaltou que existiram interessados em todas as áreas.

Confira a entrevista completa com o secretário municipal de Transportes, Edson Caram: