Trabalho remoto requer cuidados com a circulação de informações

  • Por Jovem Pan
  • 20/03/2020 06h05 - Atualizado em 20/03/2020 08h54
PixabayA modalidade exige que gestores e funcionários tomem medidas de segurança

A pandemia do novo coronavírus colocou muitas pessoas para trabalhar de dentro de casa.

Para evitar a contaminação pela Covid-19, o home office foi adotado em muitas empresas, mas especialistas alertam que esse tipo de trabalho requer cuidados. Entre as principais preocupações, está o vazamento de dados pela internet.

De acordo com o advogado especialista em direito digital e novas tecnologias, Fabrício Polido, a modalidade exige que gestores e funcionários tomem medidas de segurança.

” O uso da  autenticação de dois fatores, as ferramentas de comunicação, tecnologia pela qual a comunicação esteja protegida.”

Segundo o advogado, o cuidado deve ser redobrado caso os equipamentos utilizados pelo funcionário sejam da casa e não da empresa.

“E acima de tudo, que aquele computador utilizado, se não for da empresa, seja um computador com medidas de segurança.”

Polido ressalta ainda a necessidade de usar senhas difíceis e que não sejam reaproveitadas.

O advogado trabalhista Leonardo Gonzalez lembra, no entanto, que as empresas não são obrigadas a liberar os funcionários para o home office. Ele ressalta que, se trabalhar de casa não foi possível, vale tentar conversar com o patrão para combinar um horário mais flexível e fora do horário de pico das cidades.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini