Traficante preso no RJ expõe regalias em rede social e é transferido para Bangu 1

A Seap fez varredura na cela onde ele aparece com cerveja, comida e uma mulher seminua

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2019 06h10
ReproduçãoNa cela do traficante foram encontrados roteadores, mais de 30 celulares e cerca de R$ 25 mil em espécie

Um traficante preso no Rio de Janeiro foi transferido para presídio de segurança máxima após serem descobertas regalias dentro da cadeia. Bebida alcoólica, presença de mulher e comidas. O fato teria acontecido na virada de 2018 para 2019 em comemoração particular dentro da cadeia.

Luciano da Silva Teixeira, o Sardinha, resolveu postar um vídeo com todas as regalias nas redes sociais. Ele estava detido no Complexo de Bangu, mas depois das investigações às regalias, ele foi levado para o presídio de segurança máxima Bangu 1.

“Sardinha” é um dos chefes do tráfico de drogas na Cidade de Deus. Ele está preso desde 2014 e por conta do exibicionismo está em regime mais rigoroso.

Depois da descoberta das facilidades ao traficante, agentes da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) fizeram varredura na cela onde ele aparece com “salaminho”, cerveja e uma mulher seminua. Lá foram encontrados roteadores, mais de 30 celulares e cerca de R$ 25 mil em espécie.

As explicações de como esse material entrou no presídio ainda não foram dadas e uma investigação está sendo comandada pela Seap.

*Informações do repórter Rodrigo Viga