Três pacotes explosivos são encontrados em Londres; ao menos dois foram enviados da Irlanda

  • Por Ulisses Neto/Jovem Pan
  • 06/03/2019 09h05
EFEAo menos dois dos três itens explosivos foram enviados da Irlanda e as autoridades locais afirmam que provavelmente trata-se de uma ação de dissidentes republicanos locais

Pode ser apenas uma coincidência, mas enquanto britânicos e europeus decidem o que fazer com a fronteira da Irlanda, Londres recebeu nesta terça-feira (05) um lembrete de como eram as coisas até o fim dos anos 1990.

Três pacotes explosivos foram encontrados no aeroporto de Heathrow, o mais movimentado do país, no aeroporto City, um terminal muito utilizado por executivos da cidade, e na estação de trem de Waterloo. Ninguém se feriu nos incidentes – que ocorreram ao longo do dia de ontem. Mas o envio em série foi um recado claro para as autoridades.

Os pacotes com explosivos improvisados não tinham a intenção de tirar vidas, de acordo com a polícia. Ainda assim, o primeiro a ser encontrado, no aeroporto de Heathrow, chegou a pegar fogo. Pouco depois, um pacote suspeito foi encontrado na estação Waterloo, um dos principais hubs ferroviários da Inglaterra onde circulam quase 100 milhões de passageiros por ano. A bomba não chegou a ser detonada.

Na sequência, o explosivo no aeroporto City fez com que a circulação do VLT que serve o terminal fosse interrompida.

O tráfego aéreo em Londres, no entanto, não chegou a ser afetado. E o pacote bomba também foi desarmado com segurança. Ao menos dois dos três itens explosivos foram enviados da Irlanda e as autoridades locais afirmam que provavelmente trata-se de uma ação de dissidentes republicanos locais.

Irlanda, Irlanda do Norte e Inglaterra sofreram com décadas de violência e ataques terroristas até que o acordo da sexta-feira santa trouxe paz entre nacionalistas e unionistas no ano de 1998. Incidentes isolados ocorreram desde então, mas com baixa frequência.

Com a saída da Grã Bretanha da União Europeia teme-se, no entanto, que a violência volte para as ilhas britânicas sobretudo se uma barreira física for mesmo instalada entre as duas Irlandas. E é justamente essa questão que tem sido um dos principais entraves para que o acordo do Brexit seja amplamente aceito pela sociedade britânica.