Três radares devem ser instalados na fronteira do Brasil com o Paraguai e a Bolívia

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2018 07h28
Reprodução/ms.gov.brA previsão é que os equipamentos sejam instalados nas cidades de Corumbá, Ponta Porã e Porto Murtinho no Mato Grosso do Sul

A Força Aérea Brasileira vai receber R$ 140 milhões do Ministério da Segurança Pública para investir em monitoramento das fronteiras. A assinatura do protocolo de intenções ocorreu na sede do Comando de Operações Aeroespaciais em Brasília nesta terça-feira (27).

Os recursos serão destinados para aquisição e instalação de três radares nas fronteiras do Brasil com Paraguai e Bolívia no combate ao contrabando principalmente de drogas e armas. A previsão é que os equipamentos sejam instalados nas cidades de Corumbá, Ponta Porã e Porto Murtinho no Mato Grosso do Sul.

De acordo com o Ministro da Segurança Pública, a ampliação da capacidade de visualização de movimentos aéreos em regiões fronteiriças do Brasil será um “duríssimo golpe” nas facções criminosas.

Atualmente, com a falta desses radares, aeronaves da Força Aérea fazem o patrulhamento. De acordo com Major Brigadeiro do Ar Ricardo Cesar Mangrich, o custo dos radares será menor e os aviões da FAB vão poder atuar em ocorrências mais seletivas.

Ainda foi anunciado que radares móveis também serão adquiridos pela Força Aérea Brasileira.

Na próxima sexta-feira, o Governo Federal deve repassar R$ 20 milhões à Marinha. Neste caso, os recursos serão utilizados para o monitoramento e apreensão de drogas no litoral do Estado do Rio de Janeiro.

*Informações do repórter Afonso Marangoni