Três são presos após assalto a apartamento na zona leste de SP

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2018 07h09 - Atualizado em 13/07/2018 08h31
Divulgação

A polícia prendeu um homem e duas mulheres envolvidas na invasão de apartamentos em um condomínio da Mooca, na zona leste de São Paulo.
 Uma das presas é uma moradora e facilitou o acesso de dois dos bandidos ao prédio a pedido da outra jovem, que é sua prima.

O assalto, que terminou com um empresário ferido, ocorreu nesta quinta-feira (12), no prédio número 195 da Rua Marina Crespi.

O momento em que a jovem Bruna Silva Santos entra no edifício e é acompanhada pelos bandidos foi gravado por uma câmera de segurança. 
Outros dois criminosos já estavam no local, mas não há informações sobre como eles conseguiram entrar.

Primeiramente, o bando invadiu o apartamento de um dentista, localizado na cobertura, mas não havia ninguém no imóvel.
 Em seguida, eles foram até o sexto andar e arrombaram outra unidade.
 O proprietário estava dormindo, mas acordou com, a chegada da quadrilha e tentou lutar com um dos bandidos, quando acabou esfaqueado.

Os assaltantes fugiram, e a vítima, um empresário, procurou socorro no Hospital João XXIII, que acionou a PM.

Com a ajuda das imagens das câmeras de segurança, os policiais identificaram e prenderam a moradora Bruna, que entregou a prima, Carla Ilva Santos, e o namorado dela, Gabriel Oliveira.

Os dois bandidos que aparecem nas imagens seguem foragidos, e a vítima continua internada.

Bruna, Carla e Gabriel, todos maiores de idade, foram encaminhados ao 18º distrito policial e autuados em flagrante.
A polícia acredita que o bando seja responsável por invasões a outros condomínios de luxo da região.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore