TRF4 diminui pena de Dirceu para oito anos e 10 meses por corrupção e lavagem de dinheiro

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2018 08h43
Agência BrasilEm vez de 11 anos e três meses, como determinou o juiz Sérgio Moro, vai cumprir oito anos e dez meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

O ex-ministro José Dirceu teve a pena reduzida em julgamento no TRF4 (Tribunal Regional Federal da Quarta Região), em Porto Alegre nesta quarta-feira (26).

Em vez de 11 anos e três meses, como determinou o juiz Sérgio Moro, vai cumprir oito anos e dez meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Dirceu foi condenado por ter recebido mais de R$ 2 milhões em propinas para favorecer a contratação de uma empresa de tubos pela Petrobras por meio da diretoria de Serviços da estatal.

Para reduzir a pena, o relator da Lava Jato no Tribunal, João Pedro Gebran Neto, considerou atenuantes como a idade avançada de Dirceu, que tem 72 anos. O petista ainda pode recorrer da decisão do TRF4.

Outros réus no processo também tiveram a pena diminuída, como o irmão do ex-ministro, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, enquanto o ex-diretor de serviços da Petrobras Renato Duque teve a pena mantida.

Esta foi a segunda condenação de José Dirceu na Lava Jato. Na primeira, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, foi condenado a 30 anos e nove meses de reclusão pelo TRF4. Ele foi preso em maio deste ano, mas no final de junho, o Supremo Tribunal Federal decidiu soltar o réu até que os recursos dele sejam julgados pelo Superior Tribunal de Justiça.

*Informações do repórter Levy Guimarães