Trump faz acordo e decide suspender tarifas que seriam aplicadas ao México

Se nenhum acordo fosse feito, as taxas sobre os produtos mexicanos aumentariam mês a mês até atingir um patamar máximo de 25%

  • Por Jovem Pan
  • 08/06/2019 11h31 - Atualizado em 08/06/2019 14h12
Agência EFE O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Os Estados Unidos anunciaram a suspensão de tarifas contra produtos importados do México, que estavam agendadas para entrar em vigor na próxima segunda-feira, dia 10. A decisão foi anunciada pelo presidente norte-americano, Donald Trump, na noite desta sexta-feira (7), por meio das redes sociais.

Segundo a postagem, em contrapartida, o governo mexicano concordou “em tomar medidas firmes para conter a maré da migração”. Donald Trump destacou que o acordo foi feito para “reduzir ou eliminar enormemente a imigração ilegal vinda do México para os Estados Unidos”.

Se nenhum acordo fosse feito, as taxas sobre os produtos mexicanos aumentariam mês a mês até atingir um patamar máximo de 25%. O aumento das tarifas fez parte da estratégia do republicano para pressionar o México a adotar medidas de combate ao fluxo de imigrantes ilegais.

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, também se pronunciou, dizendo que o acordo com os Estados Unidos foi conseguido “graças ao apoio de todos os mexicanos”.

*Com informações do repórter Afonso Marangoni