TSE encontra mais de 12 mil irregularidades em doações e gastos de campanha

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2018 08h31
Fabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo Agência BrasilComo aconteceu em 2014, foram encontradas agora neste ano doações de eleitores inscritos no programa Bolsa Família, desempregados, parentes de candidatos e até mesmo doações de pessoas já falecidas

O Tribunal Superior Eleitoral já encontrou mais de 12 mil irregularidades ou inconsistências em doações e gastos de campanha.

Até o dia 29 de setembro, foram declarados R$ 42 milhões e, como aconteceu em 2014, foram encontradas agora neste ano doações de eleitores inscritos no programa Bolsa Família, desempregados, parentes de candidatos e até mesmo doações de pessoas já falecidas.

Os técnicos do TSE, no entanto, avaliam que os problemas encontrados são pequenos e podem ser explicados em boa parte pela predominância do financiamento público das campanhas eleitorais.

Até 30 de setembro, os registros indicavam que o financiamento público correspondia a 78% dos gastos. Já o financiamento privado, equivalente aos 22% restantes, dividia-se da seguinte forma: 10% de recursos oriundos de autofinanciamento e apenas 12% oriundos de doações de pessoas físicas.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações da repórter Luciana Verdolin