TSE pode cancelar mais de 2,5 milhões de títulos de eleitores

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2019 06h09
Arquivo/Agência BrasilA medida contempla aqueles que não votaram e nem justificaram a ausência nas últimas três eleições

Mais de 2,5 milhões brasileiros podem ter o título de eleitor cancelado em maio deste ano. A medida contempla aqueles que não votaram e nem justificaram a ausência nas últimas três eleições.

Cada turno de um pleito é considerado como uma das três vezes que o eleitor deixou de ir às urnas.

A ausência e a falta de justificativa nas eleições geram alguns impedimentos, como a retirada de passaporte e carteira de identidade, a proibição de ocupar cargos públicos e participar de concursos públicos.

O eleitor faltoso também não consegue empréstimos em instituições econômicas federais e estaduais e não pode renovar matrícula em estabelecimentos de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.

Os cartórios eleitorais já disponibilizaram a lista de eleitores irregulares e também é possível verificar a situação no site do Tribunal Superior Eleitoral.

Por meio de nota, o TSE alertou que não envia comunicados de cancelamento por e-mail. De acordo com o órgão, mensagens falsas com tentativas de golpe estão circulando pela internet.

Os eleitores que tiverem pendências terão o período de 7 de março a 6 de maio para regularizar a situação.

*Informações da repórter Nanny Cox