Túneis da capital paulista receberão radares para coibir rachas

  • Por Jovem Pan
  • 30/04/2018 05h54 - Atualizado em 30/04/2018 09h16
Wikimedia CommonsO primeiro dos 21 túneis a receber a fiscalização será o Ayrton Senna, que passa pela região do Parque do Ibirapuera e Av. 23 de Maio

Túneis da cidade de São Paulo passarão a ter radares de velocidade a partir de junho, segundo o prefeito Bruno Covas. A medida é uma iniciativa contra prática de rachas de velocidade que ocorrem nestes locais.

Registros da CET mostram aumento nos casos, até mesmo com acidentes, em túneis como Ayrton Senna, Max Feffer e Fernando Vieira de Melo.

O prefeito Bruno Covas disse que a instalação dos radares pode ajudar a diminuir os rachas nos túneis paulistanos: “o racha acontece aonde você não tem nenhum tipo de vigilância, então estamos identificando túneis onde isso acontece, colocando radares, não há pegadinha, vamos avisar a população que lá tem radar”.

O primeiro dos 21 túneis a receber a fiscalização será o Ayrton Senna, que passa pela região do Parque do Ibirapuera e Av. 23 de Maio.

Coca Ferraz, doutor em Engenharia de Transportes pela USP, concordou com a instalação de radares, mas fez duas ressalvas: “primeiro, utilizar quantidade de radares que seja suficiente para evitar velocidades altas em toda extensão do túnel. Segundo, ter avisos bem claros da existência de radares para evitar acidentes graves com freadas bruscas”.

Entre 2015 e 2017, segundo a Secretaria de Segurança Pública, 28 rachas foram registrados na cidade de São Paulo, principalmente à noite.

Conforme a necessidade, segundo a prefeitura, os demais túneis da capital passarão a ser monitorados.

*Informações do repórter Fernando Martins