Twitter anuncia proibição a todos os anúncios políticos

  • Por Jovem Pan
  • 31/10/2019 07h09
PixabayPlataforma também proibiu anúncios de meios de comunicação apoiados por Estados

O Twitter informou que vai banir propagandas políticas da plataforma. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (30), em uma publicação do CEO da empresa, Jack Dorsey. Segundo ele, esta é uma forma de tentar reduzir a crescente divulgação de fake news por parte de políticos.

Na publicação, o CEO disse ainda acreditar que o alcance dessas mensagens deve ser “conquistado e não comprado”. Para Jack Dorsey, a infraestrutura democrática atual não está preparada para lidar com a publicidade política na internet.

Recentemente, o Twitter também proibiu anúncios de meios de comunicação apoiados por Estados. Isso aconteceu após ser descoberto que estatais chinesas de comunicação estavam enviando informações falsas sobre os protestos em Hong Kong.

O anuncio da plataforma vem em um momento em que o Facebook vive um impasse com relação à divulgação de notícias falsas na rede social.

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, falou recentemente sobre os anúncios políticos na plataforma. Ele afirmou que não iria supervisionar esses tipos de publicações, mesmo que incluíssem mentiras. Para ele, o Facebook é um meio para se garantir a liberdade de expressão e a rede social foi criada para “dar voz às pessoas”.

Maiores detalhes sobre a decisão do Twitter, que proibirá tanto anúncios de candidatos quanto de políticos eleitos, serão divulgados no mês que vem.

*Com informações da repórter Camila Yunes