Um em cada quatro paulistanos não frequenta nenhuma atividade cultural na cidade

  • Por Jovem Pan
  • 13/04/2018 06h49
DivulgaçãoA SP-Arte acontece no prédio da Bienal no Parque Ibirapuera, na zona sul, e termina neste domingo (15)

Mesmo com muitas opções culturais em São Paulo, mais de 2,4 milhões de paulistanos não frequentam nenhuma atividade na cidade.

Os dados são da pesquisa “Viver em São Paulo: Cultura”, que foi encomendada pela Rede Nossa São Paulo ao Ibope Inteligência.

O cinema é a opção que mais anima o público: 67% dos entrevistados disseram que vão pelo menos uma vez por ano.

Mas os números não são animadores para as outras atividades: 59% não vão ao teatro, 65% não frequentam bibliotecas, 58% não visitam museus, 53% não vão a shows e 52% não utilizam centros culturais.

A pesquisa constatou que poucos paulistanos visitam museus e exposições de arte com frequência. A SP-Arte pode mudar este panorama e atrair diversos estilos.

Considerada uma das maiores feiras de arte da América Latina, neste ano a mostra tem dois mil artistas nacionais e internacionais.

Além de grandes museus, também há espaço para artistas independentes e novas galerias.

De acordo com o estudo sobre o hábito cultural do paulistano, o preço é o principal motivo para que as pessoas não frequentem esse tipo de atividade.

Patricia Pavanelli, diretora de contas do Ibope Inteligência, explicou que quatro variáveis diferenciam quem frequenta tudo de quem não vai em nada.

Além do valor, a proximidade de casa e facilidade de acesso levariam os paulistanos a irem a outros lugares, e não só ao cinema.

O galerista Luis Maluf, que participa pela segunda vez consecutiva do evento na Bienal, acredita que o incentivo à arte pode surgir de várias formas.

A turista argentina Brenda Ferreira concordou e contou que em Buenos Aires, onde vive, incentiva-se principalmente a ida a bibliotecas.

A pesquisa “Viver em São Paulo: Cultura” entrevistou 800 pessoas com 16 anos ou mais, em dezembro de 2017.

A SP-Arte acontece no prédio da Bienal no Parque Ibirapuera, na zona sul, e termina neste domingo (15).

*Informações da repórter Marcella Lourenzetto