Uruguai terá segundo turno para definir novo presidente

  • Por Jovem Pan
  • 28/10/2019 06h40 - Atualizado em 28/10/2019 10h13
EFEEsquerda comanda o país desde 2005

A eleição para a presidência no Uruguai vai para o segundo turno, após eleitores irem às urnas neste domingo (27). Daniel Martínez, candidato esquerdista da Frente Ampla, e Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional, voltarão a se enfrentar no dia 24 de novembro.

Segundo a Corte Eleitoral do país, Martinez obteve 38,6% dos votos, contra 28,2% de Lacalle Pou. Os dados são referentes ao momento em que 96% das urnas já haviam sido apuradas, na madrugada desta segunda-feira (28).

Os eleitores também votaram para os cargos de senadores e deputados. 90% dos uruguaios compareceram às urnas, de acordo com a corte eleitoral.

As projeções também indicam que o projeto de reforma no sistema de segurança pública, com a criação de uma guarda nacional militarizada, não será aprovada. Nenhum dos onze presidenciáveis, apoiou a ideia.

O atual presidente, Tabaré Vázquez, disse que a população tem grande adesão ao sistema democrático. Ele, que está com câncer no pulmão, encerra o mandato no dia 1º de março e disse ter esperanças de entregar a faixa presidencial.

Para tentar evitar a quarta vitória seguida da esquerda no Uruguai desde 2005 – já foram duas com Vázquez e uma com José Mujica -, Lacalle Pou deverá formar uma aliança com Ernesto Talvi, do Partido Colorado (que obteve 12% dos votos) e com Guido Manini, do Cabildo Abierto (10%).

*Com informações da repórter Lívia Fernanda