Usina de Asfalto da Barra Funda é desativada após 68 anos

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2019 07h08 - Atualizado em 16/01/2019 07h50
Fernando Martins/Jovem PanA usina tinha capacidade para produzir 2 mil toneladas por dia de asfalto, mas estava restrita a 600 toneladas

Depois de 68 anos de atividades, a Usina de Asfalto da Barra Funda, na Zona Oeste de São Paulo, foi desativada nesta terça-feira (15). Segundo a Prefeitura, a medida atende reivindicações de moradores da região, bem como melhora a logística das ações, descentralizando o carregamento da massa asfáltica para as obras pela cidade.

O secretário das Subprefeituras, Alexandre Modonezi, disse que serão celebrados três contratos para abastecer o asfaltamento em São Paulo.

A Usina de Asfalto da Barra Funda foi fundada em 1951 e apresentava problemas ambientais desde a década de 1990. A partir de 2011 passou a funcionar por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta entre a Prefeitura e a terceira Promotoria de Justiça do Meio Ambiente.

Em 2016 foram estabelecidas metas de melhoria das condições de atividade da produção, como questões de poluição do ar, em consonância com o exigido pela Cetesb. Mas, como os problemas ambientais ainda persistiram, a produção foi sendo reduzida no local, até o fechamento definitivo.

A usina tinha capacidade para produzir 2 mil toneladas por dia de asfalto, mas estava restrita a 600 toneladas. Agora, o espaço será oferecido ao governo do Estado para programas de habitação popular.

*Informações do repórter Fernando Martins