“Vacinômetro”: Governo de SP irá informar toda sexta-feira sobre balanço da febre amarela

  • Por Jovem Pan
  • 26/01/2018 07h56 - Atualizado em 26/01/2018 07h56
EFE/Fernando Bizerra Jr.Um dia após o início da campanha de vacinação em pelo menos 53 cidades do Estado, o governo anuncia o ranking que vai informar, a cada dia, se a meta de vacinar 9,2 milhões de pessoas foi atingida

Secretaria Estadual de Saúde lança “vacinômetro” para calcular número de cidadãos imunizados em São Paulo.

Um dia após o início da campanha de vacinação em pelo menos 53 cidades do Estado, o governo anuncia o ranking que vai informar, a cada dia, se a meta de vacinar 9,2 milhões de pessoas foi atingida.

O secretário da Saúde, David Uip, revelou que todas as sextas-feiras um balanço com dados atualizados do “vacinômetro” serão divulgados para a população: “nós divulgamos o número de casos, mortes e efeitos adversos da vacina no Estado. Às sextas-feiras nós fazemos balanço geral e comunicamos a população através da imprensa”.

Respondendo dúvidas dos ouvintes da Jovem Pan, o doutor Uip esclareceu que não há perigo de animais domésticos pegarem a doença: “vetor intermediário não é só o macaco. Do ponto de vista epidemiológico, qualquer outro mamífero não tem importância nessa cadeia de transmissão”.

O secretário também reforçou que o macaco não é o transmissor da doença, mas sim o animal que avisa quando o local precisa de cuidados extras contra a febre amarela.

No primeiro dia da campanha de vacinação, apenas quem recebeu uma senha dos agentes de saúde foi vacinado na capital paulista.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que desde terça-feira 200 mil senhas foram distribuídas para atendimentos até o fim da semana.

Os últimos dados do Ministério da Saúde apontam que, no total, 130 casos da doença foram confirmados e 53 pessoas morreram por causa da febre amarela. Outros 162 casos suspeitos estão sendo investigados.

*Informações da repórter Marcella Lourenzetto