Vagas no ensino superior EAD superam as presenciais pela primeira vez

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2019 08h14
USP imagensNo total, foram abertas no ano passado 7.170 milhões vagas remotas contra 6.358 milhões locais

Pela primeira vez na história o número de vagas oferecidas no ensino superior à distância em 2018 foi maior do que nos cursos presenciais. O dado é do Censo do Ensino Superior, divulgado pelo Ministério da Educação e pelo INEP, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

No total, foram abertas no ano passado 7.170 milhões vagas remotas contra 6.358 milhões locais. Para o ministro da Educação, o avanço do EAD é um caminho sem volta. “Isso eu acho que é uma tendência nacional e mundial que só tende a aumentar e ampliar.”

Apesar do aumento na abertura de vagas de EAD, ainda há mais alunos de ensino superior matriculados nos cursos presenciais do que na modalidade à distância.

Outro dado apontado pelo Censo é o alto índice de desistências. Em média, só um terço dos estudantes termina o curso dentro do tempo previsto inicialmente e mais da metade dos matriculados deixa a faculdade sem concluí-la.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, ressalta que, apesar dos índices elevados, o abandono é menor entre estudantes com um determinado perfil. “É justamente o jovem pobre que pega um financiamento para fazer uma faculdade particular. Esse jovem, que vende o almoço pra comprar a janta, escolhe direito o curso que vai fazer e, quando entra,leva a sério.”

Ao todo, 8,4 milhões de alunos estavam matriculados em alguma modalidade de ensino superior no Brasil em 2018. Desse total, 20% em instituições públicas, e o restante, na rede privada.

*Com informações do repórter Vitor Brown