Vale do Ribeira registra casos de febre amarela; Secretaria da Saúde de SP recomenda vacinação

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2019 08h08
Rovena Rosa/Agência BrasilSó neste ano, 12 casos da doença foram confirmados na região, sendo que seis pessoas morreram

A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo reforçou nesta terça-feira (22) a recomendação para que cidades do Vale do Ribeira intensifiquem a vacinação contra a febre amarela.

O alerta também é válido aos turistas que não estejam imunizados e pretendem viajar, por exemplo, para as praias de Ilha Comprida, Cananéia, Peruíbe e Juquitiba. Neste caso, é importante tomar a dose 10 dias antes do passeio.

Segundo a Secretaria de Saúde, o Vale do Ribeira passou a ter recomendação da vacina contra febre amarela desde 2018, mas, até o momento, 66% da população tomaram as doses. Só neste ano, 12 casos da doença foram confirmados na região, sendo que seis pessoas morreram.

A imunização contra a febre amarela é ofertada em postos de vacinação e é gratuita. Pacientes portadores de HIV positivo e transplantados devem consultar o médico sobre a necessidade da vacina.

Já a dose não é indicada para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses de idade e pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas.

*Informações do repórter Afonso Marangoni