Venda da Lotex pode render R$ 600 milhões, diz secretário

  • Por Jovem Pan
  • 15/08/2019 10h24
Divulgação/PlanaltoCom a concessão, o volume de postos de venda pode subir de 15 para 65 mil

Depois de duas tentativas frustadas o Governo vai tentar, em outubro de 2019, realizar a concessão da Lotex, a Loteria Instantânea do Governo Federal conhecida como Raspadinha.

Esse processo vem sendo tratado e discutido desde a época em que o ministro era Henrique Meirelles e continuou com o ministro Eduardo Guardia. Agora está a cargo do ministério da Economia, conduzido por Paulo Guedes.

O edital da Lotex vai ser publicado e divulgado no fim de agosto, provavelmente no próximo dia 26. A previsão é de que a transação renda R$ 600 milhões.

Para facilitar a oferta dos interessados, quem arrematar a concessão poderá pagá-la em até oito vezes. Antes, o máximo eram quatro parcelas. O leilão deve acontecer ainda em outubro de 2019.

De acordo com o secretário de Planejamento, Loteria e Energia, a abertura do mercado de loterias deve ser importante para a geração de empregos. Atualmente, a Caixa Econômica Federal tem 13 mil pontos de venda para as loterias instantâneas. Com a venda, esse volume pode subir até 65 mil pontos.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga