Veneza decreta estado de emergência por inundação histórica

  • Por Jovem Pan
  • 15/11/2019 07h25
EFEstudos apontam que a cidade está ameaçada pelas mudanças climáticas e pela contínua erosão do solo local

O governo da Itália decretou estado de emergência em Veneza após as inundações que atingiram a cidade. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (14) em uma reunião do Conselho dos Ministros em Roma.

Em postagem nas redes sociais, o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, anunciou que 20 milhões de euros serão destinados à Veneza. Conte afirmou ainda que moradores e comerciantes da cidade serão indenizados pelos danos causados pelos alagamentos.

Na última terça-feira (12) a água chegou a 1,87 metro acima do nível médio e mais de 80% do centro histórico da cidade ficou inundado. Esta foi a maior marca registrada no local desde 1996.

Nesta sexta-feira (15) o alerta vermelho permanece e a expectativa é que a água chegue a 1,45 metro.

Estudos apontam que a cidade está ameaçada pelas mudanças climáticas e pela contínua erosão do solo local.

Atualmente a prefeitura conduz um sistema de comportas para impedir os efeitos da maré alta em Veneza. A obra começou em 2003, mas caminha a passos lentos devido a escândalos de corrupção.

*Com informações da repórter Larissa Coelho