Venezuela recua e decide reabrir fronteira com o Brasil

A decisão foi tomada nesta sexta-feira (10), uma semana depois da escalada da crise e da tentativa da oposição de depor o chavista

  • Por Jovem Pan
  • 11/05/2019 11h30 - Atualizado em 11/05/2019 14h31
Agência EFEO anúncio da abertura da fronteira da Venezuela com o Brasil foi feito pelo vice-presidente de Economia venezuelano, Tareck El Aissami, em discurso transmitido por uma das TVs estatais do país

Depois de quase três meses, o governo do ditador Nicolás Maduro decidiu reabrir a fronteira da Venezuela com o Brasil. A decisão foi tomada nesta sexta-feira (10), uma semana depois da escalada da crise e da tentativa da oposição de depor o chavista.

O anúncio foi feito pelo vice-presidente de Economia venezuelano, Tareck El Aissami, em discurso transmitido por uma das TVs estatais do país. Aissami informou ainda a abertura da fronteira marítima com Aruba, e explicou que aos poucos vão sendo restabelecidos os mecanismos de controle nas passagens.

Durante coletiva de imprensa, o vice-presidente de Economia lamentou o que chamou de agressões contra o governo venezuelano. “Jamais na nossa história  republicana se viu essas lamentáveis agressões, essas ameaças de intenção de violação da soberania nacional como se tem feito nesses meses”, disse.

Pela fronteira entre Brasil e Venezuela, na cidade de Pacaraima (RR), milhares de venezuelanos entraram no país em busca de alimentos, medicamentos e moradia, em meio às crises humanitária, social e política pelas quais a Venezuela passa. A fronteira foi fechada na noite de 21 de fevereiro, por parte da ditadura de Maduro, que tentou barrar ajuda humanitária oferecida por Brasil, Estados Unidos e outras nações.

*Com informações do repórter Matheus Meirelles