Venezuela: Salário mínimo fica abaixo de R$ 12 pela primeira vez na história

  • Por Jovem Pan
  • 21/08/2019 07h19
EFENotas de menor valor já pararam de circular no país

O salário mínimo da Venezuela chegou ao valor mais baixo da história nesta terça-feira (20): R$ 11,15, o equivalente a US$ 2,75 ou 40 mil bolívares venezuelanos. A marca negativa, coincide com o aniversário de um ano do plano de recuperação econômica proposto pelo governo do presidente Nicolás Maduro para enfrentar a crise.

Pra ser ter um ideia, em agosto do ano passado, quando deu início a esse plano de recuperação, Maduro disse que o salário mínimo da Venezuela seria equivalente a US$ 30. Ele esqueceu, no entanto, de considerar uma perda de 90% no poder de compra, já que os venezuelanos vivem há algum tempo abaixo da linha da miséria.

Mas o que dá pra comprar com o atual valor do salário mínimo? Com sorte, uma caixa de ovos.

As notas de menor valor já pararam de circular. Com a hiperinflação vivida no país, uma alta de 1500% desde o início do ano, a população já não consegue fazer compras com notas de 2, 5, 10, 20 ou 50 bolívares soberanos. O valor delas é quase tão nulo como as que saíram de circulação no ano passado.

Por isso, o Banco Central da Venezuela anunciou, em junho, a criação de três novas novas notas: 10 mil, 20 mil e 50 mil bolívares, que equivale a US$ 3,45.

A medida, no entanto, acabou falhando, já que não conseguiu bater de frente com o mercado paralelo de dólares no país.  Segundo o câmbio oficial estabelecido pelo Banco Central da Venezuela nesta terça -feira (20), um dólar foi negociado a quase 15.800 bolívares soberanos.

*Com informações do repórter Victor Moraes