Violência e vandalismo marcam atos em Barcelona após condenação de separatistas

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2019 07h00
EFEOs protestos se estenderam também para outras cidades da Catalunha, provocando a suspensão de serviços ferroviários e o bloqueio de rodovias

Milhares de manifestantes foram às ruas de Barcelona, nesta segunda-feira (14), após a condenação de nove líderes separatistas catalães. Os réus receberam penas de prisão que variam de 9 a 13 anos por envolvimento na tentativa de independência da Catalunha, em 2017.

Outras lideranças separatistas criticaram a decisão e convocaram protestos por meio das redes sociais.

Em Barcelona, milhares de manifestantes bloquearam o acesso ao aeroporto da capital, com barricadas de carrinhos de bagagens. Ao longo do dia, um grupo distribuiu cartões de embarque falsos para tumultuar as operações.

No fim da tarde, policiais e manifestantes entraram em confronto no local, deixando pelo menos 13 pessoas feridas.

Os protestos se estenderam também para outras cidades da Catalunha, provocando a suspensão de serviços ferroviários e o bloqueio de rodovias.

O ex-presidente catalão, Carles Puigdemont, acusou a Espanha de repressão e vingança. Puigdemont afirmou ainda que as próximas eleições serão uma grande oportunidade para uma nova resposta catalã.

O pleito marcado para o dia 10 de novembro deverá acontecer em meio a uma forte discussão em torno da Catalunha. Com a condenação dos líderes separatistas, a região voltou ao centro do debate político, um ano após a tentativa de independência.

*Com informações da repórter Larissa Coelho