Visita de Macron a jogadores da seleção de Handball é alvo de protestos

  • Por Jovem Pan
  • 10/01/2019 08h02
EFEO presidente foi desejar boa sorte aos atletas que partiram para o mundial que será disputado na Alemanha e a França é uma das favoritas

A visita de Emmanuel Macron aos jogadores da seleção francesa de Handball nesta quarta-feira (09) nos arredores de Paris era pra ser calma, mas foi bastante tumultuada. O presidente foi desejar boa sorte aos atletas que partiram para o mundial que será disputado na Alemanha e a França é uma das favoritas.

Se do lado de dentro do ginásio recém-inaugurado houve paz e abraços, do lado de fora houve bastante tumulto. Isso porque sabendo da visita do presidente, sindicalistas, alunos, professores e os “coletes amarelos” fizeram um protesto pedindo o impeachment do chefe de estado.

Aos gritos de “Macron démission”, cerca de 150 pessoas tentaram furar o bloqueio dos policiais que jogaram bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes.

Já prevendo que isso poderia acontecer, a segurança foi reforçada e as forças de segurança fizeram um cordão a 900 metros do ginásio.

O movimento dos “coletes amarelos” começou no dia 17 de novembro e de lá para cá foram oito finais de semana seguidos de protestos em várias cidades do país, inclusive alguns bem violentos em Paris.

*Informações do repórter Victor Moraes