Vítimas de abuso sexual têm direito ao atendimento do SUS de forma imediata, lembra MPF

  • Por Jovem Pan
  • 08/11/2018 08h21
Agência Brasil/Marcello Casal Jr.O Ministério Público Federal lançou nesta quarta-feira (07) uma campanha visando conscientizar a população sobre a chamada Lei do Minuto Seguinte

Toda mulher vítima de abuso sexual tem direito a atendimento do SUS de maneira imediata e sem precisar apresentar boletim de ocorrência ou qualquer outro documento.

Só que nem todo mundo sabe dessa possibilidade; por isso o Ministério Público Federal lançou nesta quarta-feira (07) uma campanha visando conscientizar a população sobre a chamada Lei do Minuto Seguinte.

A norma não é nova, existe desde 2013, mas o MPF apurou que há deficiências na prestação de serviço pelas autoridades e falta de informação para quem precisa.

O procurador Pedro Antonio de Oliveira Machado disse que, em muitos casos, a vítima só procura a polícia. A campanha contempla um vídeo de 60 segundos para exibição em TV e na internet e banners para veiculação em sites.

A peça que será veiculada na televisão conta com a locução da jornalista Marília Gabriela. Todas as informações e orientações às vítimas podem ser acessadas no site: www.leidominutoseguinte.mpf.mp.br.

O endereço contempla ainda um canal de denúncias onde os relatos registrados serão encaminhados automaticamente ao MPF, ao Ministério da Saúde e a autoridades estaduais.

*Informações do repórter Tiago Muniz