Volkswagen promete investir R$ 2,4 bilhões e abrir 1.500 vagas em SP

  • 30/08/2019 08h57
Governo do estado de São PauloDoria está na Alemanha, visitando a fábrica da Volkswagen

O presidente da Volkswagen para a América Latina, Pablo Di Si, anunciou, nesta quinta-feira (29), o investimento de R$ 2,4 bilhões na fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista e São Carlos, no interior do Estado. O anúncio aconteceu na sede da empresa, em Wolfsburg, na Alemanha, com a presença do governador João Doria (PSDB).

“A importância desse investimento não é só pelo valor, mas também pelo conhecimento que estamos desenvolvendo com os engenheiros do Brasil para desenvolver o carro. E não só o desenho de carro, mas também a parte de conectividade de forma simples, pragmática, fácil de consumir e utilizar. Nós fizemos muitas pesquisas com brasileiros de diferentes regiões, argentinos, chilenos, uruguaios, e foi um sucesso”, comemorou, acrescentando que o veículo será lançado no ano que vem.

Di Si ressaltou, ainda, que o carro desenvolvido pelos brasileiros também será vendido na Europa. “No próximo ano ou em 2021, vamos produzir o carro aqui na Europa, desenvolvido no Brasil. Isso é um grande orgulho para nós.”

Além do investimento, Doria comemorou a geração de empregos nas fábricas. “É uma parceria muito importante o investimento novo de R$ 2,4 bilhões nas fábricas de São Bernardo do Campo e São Carlos para a produção de um novo veículo cujo desenho foi realizado no Brasil, por técnicos brasileiros, e apresentado hoje aqui e vai gerar 1.500 novos empregos nessas duas fábricas durante esses dois anos, 2019 e 2020.”

Segundo o governador, dessas 1.500 vagas, 400 serão diretas e 1.100 indiretas. Ele também disse que espera poder anunciar, em breve, ainda mais investimentos para 2021 e 2022 também na Volkswagen.

Balanço

Questionado sobre os primeiro oito meses de governo, Doria foi otimista. “Os programas de captação de investimentos internacionais que fizemos para São Paulo vem produzindo resultados concretos e efetivos. Alguns investimentos de curto prazo, como esse da Volkswagen , de até dois anos, de médio prazo até quatro anos e de longo prazo, até dez anos.”

A importância desses investimentos, porém, vão além dos números. É o que explica o secretário da Fazenda do Estado, Henrique Meirelles. “É um investimento que vai muito além dos anunciados R$ 2,4 bilhões a serem financeiramente investidos neste ano e em 2020. O que é significativo, aqui, é que o desenvolvimento industrial, não só o modelo e o design, mas também a tecnologia, desenvolvimento de peças, testes de preferências de clientes no mundo inteiro foram conduzidos do Brasil.”

“Isso significa um salto na industrialização, uma nova etapa. São países que desenvolvem tecnologia, também exportam tecnologia, que criam novos produtos. Eu até disse que o Brasil”, finalizou o secretário.

*Com informações do repórter Alex Ruffo