Volta às aulas deve ser gradual, dizem especialistas da educação

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2020 06h25 - Atualizado em 26/05/2020 08h16
Luong Thai Linh/EFEA volta às aulas precisa ser gradativa e de acordo com a realidade de cada cidade

A pandemia da Covid-19 impactou não só a saúde, mas também a educação, já que as aulas presenciais foram suspensas por causa do risco de contaminação. Agora, especialistas e secretários estaduais discutem como será a reabertura das escolas.

Em um seminário promovido pela Fundação Getúlio Vargas, eles deram algumas sugestões de qual é a melhor forma de retomar as aulas. O presidente da Undime, União dos Dirigentes municipais de Educação, Aléssio Costa Lima, afirma que, antes de mais nada, é preciso que o Ministério da saúde defina as diretrizes.

Para o integrante do Conselho Nacional de Educação Eduardo Deschamps, a volta às aulas precisa ser gradativa e de acordo com a realidade de cada cidade ou estado. Já a ex-secretária de Educação do Ceará Sofia Lerche diz que a escola deve acolher toda a comunidade.

O secretário de Educação do Maranhão, Felipe Camarão, diz estar preocupado com o retrocesso na aprendizagem dos estudantes. Ele ressalta que, para além da exclusão digital, que impede que uma parte dos estudantes acompanhe as aulas online, muitos sofrem com problemas ainda mais graves, como a fome e as violências física e psicológica.

*Com informações da repórter Nicole Fusco