Votação de parecer na CCJ deve ocorrer no dia 17; PSDB estuda punir Bonifácio de Andrada

  • Por Jovem Pan
  • 06/10/2017 06h22 - Atualizado em 06/10/2017 10h58
Renato Araújo/Agência CâmaraA previsão é de que Bonifácio de Andrada apresente o relatório dele na terça-feira, e a votação deve acontecer no dia 17

O calendário de votação do parecer sobre a autorização de abertura do processo contra o presidente Michel Temer está mantido. Com a troca de indicação do partido do relator, o deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), nada muda.

O presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco, prevê a votação em duas semanas. A previsão é de que Bonifácio de Andrada apresente o relatório dele na terça-feira, e a votação deve acontecer no dia 17.

A antecipação da defesa do presidente e dos ministros permitiu a aceleração do processo.

PSDB pode punir Bonifácio de Andrada

Não deu nem tempo para a oposição reclamar. Imediatamente após receber a confirmação de que o PSDB iria afasta Bonifácio de Andrada da CCJ, para tirá-lo da relatoria do processo contra Temer, o governo começou a se movimentar.

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, cuidou pessoalmente da crise. Chamou o líder do Governo no Congresso, deputado André Moura, que chamou o líder do PSC, deputado Professor Vitório Galli, que chamou o deputado Pastor Feliciano.

A solução foi imediata. Bonifácio de Andrada fica na CCJ substituindo o deputado Pastor Feliciano, e continua relator.

O PSDB ainda não se conformou e estuda punição a Bonifácio por descumprimento de orientação partidária.

*Informações do repórter José Maria Trindade