Vulcão obriga quase 30 mil pessoas a abandonar as casas no Peru

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2019 07h12 - Atualizado em 22/07/2019 10h17
Divulgação/Defensoria Pública do PeruVulcão Ubinas é um considerado bastante ativo

No Peru, quase 30 mil pessoas já tiveram que sair de casa por causa do vulcão Ubinas, que voltou a lançar cinzas na semana passada. De acordo com um relatório divulgado neste domingo pelo Centro de Operações de Emergência Nacional do país, a fumaça já cobriu 617 escolas e 20 unidades de saúde.

O presidente peruano, Martín Viscarra, visitou a região mais atingida e decretou estado de emergência em sete distritos, o que acelera as operações de retirada de moradores. A cidade de Puno, na fronteira com a Bolívia, é a que concentra o maior número de desabrigados: somente lá, são 19 mil pessoas que tiveram de abandonar as casas.

O vulcão Ubinas é um considerado bastante ativo e é comum que registre atividade a cada cinco ou seis anos.

*Com informações do repórter Vitor Brown