Witzel anuncia criação de três UPPs em Angra dos Reis para tentar diminuir violência

  • Por Jovem Pan
  • 24/12/2019 09h19 - Atualizado em 24/12/2019 09h20
Fernando FraNo último dia 15, sete corpos foram abandonados em frente a um quartel do Corpo de Bombeiros da cidade

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, anunciou, nesta segunda-feira (23), um reforço na segurança de Angra dos Reis, na Costa Verde. Ele decidiu instalar três Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) em comunidades da cidade.

O município viveu, ao longo de 2019, inúmeros confrontos e conflitos entre traficantes rivais que estão em busca de domínio territorial. Angra dos Reis fica entre as capitais São Paulo e Rio de Janeiro — uma espécie de rota alternativa para os criminosos que evitam a rodovia Presidente Dutra.

No último dia 15, sete corpos foram abandonados em frente a um quartel do Corpo de Bombeiros da cidade de Angra. Witzel espera que com essas três novas UPPs haja uma redução nos índices de violência e criminalidade — e, consequentemente, mais investimento, emprego e oportunidades no chamado “caribe brasileiro”.

Dados do ISP (Instituto de Segurança Pública) confirmam a tendência do aumento da criminalidade na cidade e adjacentes. Em 2014 foram registrados 75 homicídios na região. Em 2018 o número subiu para 140 óbitos registrados — de acordo com as estatísticas oficiais.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga