Witzel e Flávio Bolsonaro prestam depoimentos nesta semana no Rio de Janeiro

  • Por Jovem Pan
  • 06/07/2020 07h34 - Atualizado em 06/07/2020 07h35
Edu Andrade/Estadão ConteúdoA defesa acredita que após a oitiva de Flávio Bolsonaro o processo pode ser até arquivado

Depoimentos importantes estão sendo aguardados para esta semana no Rio de Janeiro. O casal Wilson e Helena Witzel serão ouvidos pelas investigações sobre supostos desvios na saúde e também acontece a oitiva do senador Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Embora sejam casos distintos, eles chamam atenção.

Flávio Bolsonaro deve ser ouvido no âmbito das investigações em torno da “rachadinha” em gabinetes da Alerj. O próprio senador, por meio da sua defesa, protocolou no Ministério Público do Rio de Janeiro uma carta manifestando o desejo de prestar esclarecimentos. Os advogados de Flávio, Luciana Pires e Rodrigo Roca, entendem que o senador precisa ser, já que são quase dois anos de investigações.

A defesa acredita que após a oitiva o processo pode ser até arquivado. No entanto, dentro do MPRJ não há o mesmo sentimento. Segundo os advogados, provavelmente o depoimento de Flávio Bolsonaro acontecerá por videoconferência, inclusive pela pandemia da Covid-19.

Outro depoimento esperado para esta semana envolve o casal Wilson e Helen Witzel no âmbito da Operação Placebo, que investiga irregularidades e suspeitas de desvios em compras e contratações para a pandemia da Covid-19. A operação aconteceu no mês de maio e visitou 12 importantes endereços do Rio de Janeiro para o cumprimento de mandados de busca e apreensão.

Helena Witzel, esposa do governador, parece ser o nó da questão, já que uma das empresas investigadas no caso tinha contratado a advogada para prestar serviços. Desde o ano passado, a primeira dama estava recebendo salários da empresa alvo das investigações da Operação Placebo.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga