Conselho de Ética da Câmara instaura processo de cassação de Nelson Meurer

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2018 15h16
Agência CâmaraCondenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o deputado foi sentenciado a 13 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado

Nesta quarta-feira (4), o Conselho de Ética da Câmara instaurou processo disciplinar para a cassação do mandato do deputado Nelson Meurer (PP-PR), primeiro condenado no Supremo Tribunal Federal no âmbito da Operação Lava Jato.

Condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o deputado foi sentenciado a 13 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado. Além disso, recebeu multa de R$ 265 mil.

A instauração do processo de cassação aconteceu após os partidos Sustentabilidade e PSOL apresentarem representação contra Meurer, alegando que a condenação demonstra que houve quebra de decoro parlamentar.

Agora, o presidente do colegiado, Elmar Nascimento (DEM-BA) escolherá entre os três parlamentares sorteados – Izalci Lucas (PSDB-DF), José Carlos Araújo (PR-BA) e Pompeo de Mattos (PDT-RS) – para definir a relatoria da investigação.

*Com informações da repórter Natacha Mazzaro