Quando não devo tomar vacina contra a febre amarela? Professor explica

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2018 16h26 - Atualizado em 30/01/2018 16h27
Valdecir Galor/SMCS Kallas explicou também que a cada cerca de 450 mil aplicações, ocorre uma reação adversa

Esper Kallas, infectologista e professor da Faculdade de Medicina da USP, explicou ao Jornal Jovem Pan quais são os efeitos da vacina contra a febre amarela.

Após a notícias de mortes em decorrência da vacina, o professor alertou que qualquer intervenção médica aplicada a milhões de pessoas pode eventualmente gerar “fatalidades”.

Kallas explicou também que a cada cerca de 450 mil aplicações, ocorre uma reação adversa, uma vez que a vacina é feita com o vírus da doença amenizado.

Pelo mesmo motivo, as pessoas que têm um sistema de defesa imunológica enfraquecido não devem tomar a vacina (ouça detalhes de quais grupos estão incluídos nessa categoria no vídeo abaixo).

“Esse risco se torna justificável para não haver dezenas e centenas de pessoas morrendo por causa da febre amarela”, ponderou.

Assista à entrevista completa: