João Kepler, de ‘O Anjo Investidor’, explica como fazer uma reserva de emergência para seu negócio

Reality show da Jovem Pan sobre investimentos em startups estreia segunda temporada nesta quinta-feira (17)

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2020 11h18 - Atualizado em 18/09/2020 21h36
Jovem PanJoão Kepler deu dicas e alertas para empreendedores que buscam capital para tocar negócio

O Anjo Investidor, reality show da Jovem Pan que investe em startups, estreia sua segunda temporada nesta quinta-feira (17) em novo formato, com o apresentador e empresário João Kepler revelando a decisão ao vivo para os empreendedores. O programa será transmitido às 21h no YouTube e depois fica disponível na íntegra no aplicativo Panflix. Em entrevista ao Morning Show, Kepler já adiantou algumas dicas para quem quer se aventurar no mar dos negócios. A essencial delas, segundo ele, é ter uma reserva de emergência para não ficar no aperto em momentos de crise. “Imprevistos sempre acontecem, mesmo quando você é um cara muito planejado. Eu invisto em mais de 500 negócios e vejo isso acontecendo todos os dias. Você precisa ter e alocar recursos para emergências. Tem que deixar pelo menos 10% mensal ou então três meses do seu faturamento [guardados]”, aconselhou.

Kepler também falou que recebe muitas mensagens de empresários precisando de recursos para tocar o seu negócio. Ele explicou que há várias formas de ter acesso ao capital empreendedor, mas que a falta de educação financeira atrapalha muitos empresários na hora de decidir o tipo de recurso necessitado. “Empréstimos bancários podem ser uma boa forma de viabilizar a abertura de um negócio, mas tem que tomar muito cuidado e analisar os riscos e vantagens desse tipo de capital. Já o financiamento tem uma destinação específica, como, por exemplo, a aquisição de veículo. E tem a forma que eu faço, um investimento profissional em troca de um ganho futuro do valor multiplicado da sua empresa”, explicou.

João Kepler ainda alertou que tomar empréstimo sem uma finalidade específica é um grande risco para os empreendedores. “Se você sabe [o que vai fazer com o dinheiro] e consegue pegar o valor dos juros dentro do produto e vender com margem, e tem certeza desse retorno, você tranquilamente consegue pagar esses juros bancários. Se não tiver dentro do seu orçamento, é uma roubada.”