Justiça denuncia cinco por envolvimento em assalto à transportadora de valores

  • Por Jovem Pan
  • 16/08/2016 08h31
Quadrilha fortemente armada assalta empresa de segurança em Ribeirão Preto

A Justiça de São Paulo denunciou cinco pessoas por envolvimento no assalto à transportadora de valores Prossegur, em Ribeirão Preto. Os acusados tiveram a prisão preventiva decretada e responderão a processo por diversos crimes, como formação de quadrilha, homicídio e posse de explosivos.

As penas somadas podem resultar em mais de cem anos de condenação. Entre os criminosos, três já estão na cadeia, enquanto dois permanecem foragidos.

A estimativa da polícia, porém, é de que mais de até 40 bandidos possam ter participado da ação, ocorrida no último dia 5 de julho.

O roubo terminou com duas pessoas mortas: uma delas é o cabo Tarcísio Wilker Gomes, policial militar rodoviário, que foi baleado durante a perseguição.

A outra vítima foi um morador de rua, que teria sido usado pelos ladrões como escudo durante a fuga e foi jogado de uma ponte.

Segundo a transportadora, R$ 51 milhões foram levados pela quadrilha, mas, até o momento, apenas R$ 200 mil foram recuperados.

De acordo com o Gaeco, o Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público de São Paulo, as investigações continuam. Os próximos passos serão a localização dos foragidos e a identificação dos outros assaltantes envolvidos no roubo.

*Informações do repórter Victor Brown