Trem se chocou com placa que caiu na estação Vergueiro do Metrô

  • Por Jovem Pan
  • 25/07/2018 12h43 - Atualizado em 25/07/2018 12h49
ReproduçãoPlaca se soltou e foi atingida pelo trem, causando transtornos aos usuários do metrô na manhã desta quarta (25)

Em entrevista à Jovem Pan, o diretor de Operações do Metrô de São Paulo, Milton Gioia, confirmou que a placa de publicidade que caiu e paralisou por uma hora e meia trecho da linha 1-Azul do Metrô nesta quarta (24) foi atingida por um trem que chegava à estação Vergueiro.

O momento do choque foi registrado por internautas. Apesar do susto, não houve feridos. Assista:

Gioia disse que aquele é um conjunto de painéis de publicidade instalado em 29 de junho, há menos de um mês. A placa de publicidade, que trazia a inscrição “animando sua rotina, divertindo sua viagem”, é travada por duas portas.

“É um conjunto de painéis de LED coberto por duas tampas. Uma das tampas se abriu indevidamente, um trem chocou-se contra essa tampa e todo o conjunto caiu entre as duas vias”, explicou. O motivo da abertura da tampa está sendo investigado.

Gioia explicou ainda por que demorou tanto tempo para a placa ser retirada do local e a circulações de trem, normalizada. “Esse conjunto (de placa) pessa 500 kg”, informou. “É muito pesado e tive de colocar sete pessoas para fazer o serviço”.

Apesar de a circulação das linhas ter sido normalizada, o diretor de Operações do Metrô informou ainda que, nas estações Vergueiro (seis conjuntos de placas) e Saúde (mais seis conjuntos), os trens se aproximam da plataforma com velocidade reduzida, uma vez que nestes locais há placas do mesmo tipo. Elas estão passando por vistoria, que pode durar até esta tarde, ou de madrugada.

Mesmo com o acidente e as vistorias, Gioia garante que “o sistema de fixação (dos painéis) é extremamente robusto”.

A placa é explorada pela multinacional francesa JCDecaux, que pagará R$ 375 milhões por 10 anos para explorar a publicidade de 52 das 61 estações das três principais linhas do metrô (linha 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha).

“Quem implanta (a placa) é a JCDecaux, mas a supervisão de tudo é do Metrô de São Paulo”, assumiu o diretor.

O diretor de Operações do Metrô pediu desculpas aos usuários afetados e afirmou: “não existe nenhuma insegurança tanto para nosso usuário quanto para nosso funcionário”.

Veja as informações e ouça a entrevista completa de Milton Gioia:

Gioia afirmou que o Metrô “informou ‘pari passu’ (os usuários sobre) tudo o que estava acontecendo” embora reconheça que “pode ter havido problemas”. Veja as dificuldades causadas aos usuários nesta manhã, registradas pelo repórter Jovem Pan Tiago Muniz na estação Vila Mariana: